Prédio em Santo Amaro Lote 6234

Ativo
Judicial
2ª Praça
Valor do bem R$ 11.707.500,00
Lance Inicial R$ 4.683.000,00
Último Lance R$ 0
Incremento R$ 5.000,00
Localização SAO PAULO - SP
Data de abertura 15/10/2018 16:00
Data de Encerramento 03/12/2018 16:00
  • Descrição do Bem
    Terreno na Rua Bragança Paulista no 29º subdistrito de Santo Amaro, com área de 3.345,00 m²
  • Edital
    A Dra. ANNA CAROLINA MARQUES GONTIJO, Juíza do Trabalho, presidente das hastas publicas unificadas, do Estado de São Paulo, na forma da lei, etc... 

    FAZ SABER que, o leiloeiro oficial, Sr. IRANI FLORES, JUCESP 792, levará à leilão público para venda e arrematação, exclusivamente pela internet, com transmissão ao vivo e disponibilização imediata no portal de leilões eletrônico, www.leilaobrasil.com.br o bem e condições:

    BEM: Terreno na Rua itararé, (Atualmente Rua Bragança Paulista), ponte de baixo, no 29º subdistrito de Santo Amaro, com área de 3.345,00 m² aproximadamente, lado ímpar medindo 30 m de frente; igual largura na linha dos fundos, onde confina com Paubra S.A, Moveis e Esquadrias ou sucessores e 111 m de frente aos fundos, de ambos os lados, confinando de um lado com Antônio Pace e s/mulher, ou sucessores, numa extensão de 52,50 m, e Beneker Breitschewrdt ou sucessores, numa extensão de 58,50 m e do outro lado com a Light & Power ou sucessores Matrícula 20.919 do 11º CRI / SP. Consta na AV.9 o Contribuinte 087.016.0092-3 em área maior. DO VALOR E DATA DO LEILAO: EM 1º LEILAO serão aceitos proposta não inferiores a R$ 11.707.500,00 até o seu encerramento em 31/10/2018 às 16:00 horas. DO VALOR EM 2º LEILAO: não havendo nenhuma proposta que atenda o decido nos autos, será reaberto para propostas em 2º leilão por valor não inferior a R$ 4.683.000,00 até 03/12/2018, data prevista para o encerramento das ofertas. DA ACEITAÇÃO DA PROPOSTA: O maior valor ofertado diretamente no sistema gestor www.leilaobrasil.com.br será submetido para apreciação e decisão do MM. Juiz da 2ª Vara da Justiça de Trabalho de Suzano, obedecida as condições e descrição dos bens: Imóveis descritos nas matriculas, nºs 22.866, 20.919 e 171.401, todos do 11º CRI de São Paulo, na forma do artigo 880 e 891 do CPC. DO PAGAMENTO: Serão admitidos pagamento parcelados com entrada de 25% e saldo em até 15 prestações mensais sujeito ao disposto no artigo 895 do CPC, devendo o interessado apresentar garantias, sob pena de rejeição liminar da proposta. O segundo maior valor ofertado e sucessivamente serão interpretados pelo MM. Juiz a luz do artigo 895 do CPC, e por termo nos autos (art. 880, § 2º, do CPC), na hipótese de o valor ofertado não atender aos interesse do processo serão imediatamente devolvido ao interessado. Em caso de igualdade no valor ofertado, terá preferência a proposta que contemple pagamento à vista ou em menor número de parcelas. As propostas que contemplem pagamento em parcelas também deverão apresentar garantias, sob pena de rejeição liminar. Caso haja mais de um interessado na aquisição do bem, as propostas serão devidamente apreciadas, prevalecendo a que contemplar maior valor e, sendo idênticas, a que contiver o menor número de parcelas. Verificando-se que, ainda assim, as propostas se mantêm iguais, poderá ser designada audiência pública para que todos possam tomar conhecimento das demais propostas, e ofertar novas, em valores maiores e/ou menor número de parcelas. Após definida a proposta vencedora, e por ocasião da formalização da alienação, por termo nos autos (art. 880, §2º, do CPC), serão restituídos os valores depositados em garantia pelos demais proponentes. DA COMISSÃO: Fixa-se a comissão de corretagem em 5% do valor total da alienação, a qual será devida ao leiloeiro que apresentar a proposta do interessado vencedor. DA DESISTENCIAA: Aquele que desistir da aquisição por situações não prevista em lei, perderá o sinal dado em garantia em favor da execução e também a comissão paga ao leiloeiro, além de ser impedido de participar de nova hasta pública ou alienação particular promovida por este Regional. DAS RESONSABILIDADE OUTRAS. A aquisição de bem imóvel em processo judicial é originária, razão pela qual não há que se falar em responsabilidade do adquirente pelos débitos tributários que recaiam sobre ele, especialmente os de natureza 'propter rem'. Os eventuais débitos tributários incidentes sobre o bem se sub-rogam no preço oferecido, nos termos dos artigos 130 do CTN e 908, § 1º do Código de Processo Cível
  • Documentos

    Documentos

  • Mapa
    Rua Bragança Paulista